//codigo adicionado a pedido de Popcorn metrics

26 de outubro de 2014

Bolo de maçã


A data em que esta receita de "Guava Cake" foi publicada é-me totalmente desconhecida. Sei apenas que integra uma edição da Royal, em fichas coleccionáveis, que pertenceu a alguém que viveu em Moçambique, anteriormente a 1974. Estas fichas incluem receitas de salgados, mas sobretudo de doces. Uma parte significativa dos bolos e outras sobremesas é preparada com recurso a preparados instantâneos da Royal. Dada a proximidade geográfica e económica com a África do Sul, suponho que seja essa a verdadeira origem desta publicação.


A goiaba da receita original foi substituída por maçãs, uma vez que estamos agora na sua época. E para dar mais algum sabor ao bolo, optei por cozer primeiro as maçãs, na companhia de canela e noz moscada. O bolo ficou fofo e leve, perfeito para rechear com um creme de mascarpone e mel, por exemplo, ou para comer assim simples, em fatias generosas.




Ingredientes
230 gr. de maçãs descascadas e descaroçadas
55 gr. de açúcar
1 colher de sopa de vinho generoso
1/4 colher chá de canela
1/4 colher de chá de noz moscada

170 gr. de manteiga à temperatura ambiente
170 gr. de açúcar
2 ovos
1 colher de chá de extracto de baunilha
230 gr. de farinha
1 colher de chá de fermento
200 gr. de puré de maçã

Preparação
1. Aquecer o forno a 180.º e preparar uma forma redonda sem furo de 22 cm.
2. Bater a manteiga com o açúcar até obter uma mistura esbranquiçada e fofa.
3. Adicionar os ovos, um de cada vez, e bater bem entre cada incorporação.
4. Adicionar o extracto de baunilha e continuar a bater.
5. Juntar a farinha de forma gradual, evitando bater demasiado a massa.
6. Por fim, envolver a polpa de fruta delicadamente.
7. Colocar na forma e levar ao forno cerca de 40 minutos.


9 de outubro de 2014

Bolo Delícia «Toddy»

Gosto de livros de culinária antigos. E tenho um particular fascínio pelos livros de cozinha publicados pelas marcas de produtos alimentares. Sobretudo após 1950 parecem-se multiplicar-se as publicações, acompanhando a diversificação dos produtos disponíveis em Portugal.
A primeira fábrica «Toddy» na Europa, abriu na década de 1950, em Belas, concelho de Sintra. Contudo, a marca existia desde a década de 1930 na América do Sul, tendo posteriormente conhecido a sua expansão para a América do Norte e Europa. A fábrica de Belas fechou em finais da década de 1980, tendo o produto saído do mercado nacional.



Esta receita de "Bolo Delícia" encontra-se num pequeno livro de receitas publicado pela marca em Portugal em 1962(?). Este livro tem como particularidade um pequeno prefácio de Helena B. Sangirardi, uma autora marcante na história da gastronomia brasileira e autora do livro "A alegria de cozinhar", em finais da década de 1940.
Uma vez que o Toddy já não se encontra disponível em Portugal, utilizei Coqui... o sabor não é igual, mas será talvez o mais próximo.



Ingredientes:
120 gr. de manteiga à temperatura ambiente
400 gr. de açúcar
2 ovos inteiros
60 gr. de Toddy (Coqui)
20 ml. de leite
20 ml. de café forte frio
1 colher de chá de essência de baunilha
250 gr. de farinha
3 gr. de fermento em pó

Preparação:
1. Aquecer o forno a 180.ºC e preparar uma forma redonda de 24 cm.
2. Bater muito a manteiga com o açúcar.
3. Juntar os ovos, o Toddy e a baunilha e continuar a bater.
4. Juntar o leite e o café gradualmente, intercalando com a farinha e o fermento (a massa fica muito liquida, pelo que é preciso algum cuidado ao envolver a farinha)
5. Levar ao forno cerca de 50 a 60 minutos.

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.