//codigo adicionado a pedido de Popcorn metrics

25 de maio de 2014

Cheesecake de frutos vermelhos


Acho que já perceberam a minha paixão por morangos e framboesas. Se o Inverno nos oferece doces reconfortantes, densos e sérios, a chegada da Primavera e Verão convida à diversão e leveza. E este cheesecake de frutos vermelhos é uma sobremesa fresca, leve e generosamente indulgente. Os morangos e as framboesas flutuam no creme de queijo. E depois temos a base ligeiramente crocante, contrariando a textura macia e suave do cheesecake. É sucesso garantido!



Ingredientes:
Massa
125 gr. de farinha
60 gr. de manteiga sem sal fria
35 gr. de açúcar em pó
1 gema de ovo
2 colheres de sopa de água

Recheio
300 gr. de frutos vermelhos
350 ml. de leite
300 gr. de ricotta
60 gr. de amido de milho
1 gema de ovo
6 claras
125 gr. de açúcar

Preparação:
Massa
1. Misturar a manteiga cortada em pedaços com a farinha no processador de alimentos até obter uma areia grossa.
2. Numa tigela misturar o açúcar com a gema e a água e adicionar este preparado no processador de alimentos.
3. Processar até obter uma massa homogénea.
4. Reservar a massa no frigorífico durante uma hora.

Recheio:
1. Ligar o forno a 180 ºC. Untar uma forma redonda de fundo amovível de 26 cm.
2. Numa superfície enfarinhada esticar a massa e, de seguida, forrar o fundo da forma. Picar a massa e levar ao forno cerca de 15 minutos, até se apresentar dourada.
3. Numa tigela misturar o amido de milho e 65 gr. de açúcar. Adicionar o leite e mexer bem para não ficar com grumos. Adicionar a gema.
4. Colocar a mistura em lume médio, sem parar de mexer, até engrossar. Deixar arrefecer.
5. Esmagar a ricotta e incorporar no preparado anterior. Reservar.
6. Bater as claras em castelo firme com o açúcar restante. Envolver no creme de ricotta com cuidado.
7. Colocar metade dos frutos no fundo da tarte. Espalhar o creme por cima e terminar com os restantes frutos.
8. Levar ao forno durante 30 a 35 minutos, até a superfície se apresentar dourada.
9. Deixar arrefecer.


Informação adicional:
Tempo de preparação: 120 minutos
Dificuldade: Médio
Porções: 12

18 de maio de 2014

Bolo de mel e baunilha


Hoje é World Baking Day, e este ano a minha proposta é um bolo de mel e baunilha, ideal para partilhar em família ou com os amigos. Os sabores do mel e da baunilha equilibram-se na perfeição. E a textura húmida deste bolo confere-lhe um atractivo especial, quase pecaminoso.



Ingredientes:
260 gr. farinha
150 gr. de açúcar amarelo
1 colher de chá de fermento
1/2 colher de chá de sal
120 ml. de mel de flores
150 gr. de manteiga
3 ovos
180 gr. de iogurte grego natural
1 vagem de baunilha

Preparação:
1. Aquecer o forno a 180.ºC. Untar uma forma de bolo com buraco e polvilhar com farinha.
2. Misturar o açúcar, a farinha, o fermento e o sal numa tigela.
3. Derreter a manteiga.
4. Abrir e retirar as sementes da vagem de baunilha.
5. Numa tigela, colocar a manteiga, os ovos, o mel, a baunilha e o iogurte grego e misturar bem.
6. Adicionar a mistura de açúcar e farinha e envolver, sem trabalhar demasiado a massa.
7. Colocar na forma e levar ao forno por 30 a 40 minutos, até o bolo estar cozido.
8. Deixar o bolo arrefecer antes do desenformar.

Fonte: Receita da revista "Saveur", edição especial Sobremesas, de 2014.

Informação adicional:
Tempo de preparação: 10 + 40 minutos
Dificuldade: Fácil
Porções: 10 a 12

12 de maio de 2014

Queques de framboesa


Quando os dias aquecem e a cidade é invadida pela luz, torna-se urgente aproveitar cada momento na cidade. Sozinho ou na companhia de amigos, há tanta coisa a acontecer que o difícil é escolher. É nesses dias que fazemos estes queques rápidos e deliciosos, embrulhamos alguns para levar e saímos para a rua.



Ingredientes:
100 gr. de manteiga amolecida
220 gr. de açúcar branco
1 ovo
1 colher de café de extracto de baunilha
300 ml. de leite gordo
375 gr. de farinha
150 gr. de frutos vermelhos congelados

Preparação:
1. Aquecer o forno a 180 ºC. Preparar 12 formas de queques grandes.
2. Numa tigela bater a manteiga com o açúcar até obter uma mistura leve e fofa.
3. Adicionar o ovo ligeiramente batido e a baunilha e mexer até incorporar.
4. Adicionar o leite, alternando com a farinha, evitando bater demasiado a massa.
5. Adicionar os frutos vermelhos congelados e envolver na massa, tentando não desfazer os frutos
5. Distribuir a massa pelas formas e levar ao forno cerca de 30 minutos, ou até se apresentarem cozidos.

Informação adicional:
Tempo de preparação: 5 + 30 minutos
Dificuldade: Fácil
Porções: 12

5 de maio de 2014

Mahalabiya


Sempre que posso gosto ver o Masterchef Austrália. Entre as várias versões nacionais do programa, esta parece-me ser uma das mais interessantes, seja pela dinâmica entre concorrentes e apresentadores, seja pela multiplicidade de tradições gastronómicas abordadas. Num episódio recente, uma das concorrentes preparou este doce tradicional do Médio Oriente.
Na internet encontramos múltiplas versões desta sobremesa, que conhece ligeiras variações de país para país e, até, de família para família. A receita que apresento a seguir pareceu-me ser a mais simples, e o resultado não podia ter sido melhor. Ao creme de leite leve e fresco adicionamos apenas a quantidade necessária de compota para fazer sobressair o aroma de flor de laranjeira do creme




Ingredientes:
1000 ml. de leite
100 gr. de açúcar
100 gr. de amido de milho
3 colheres de café de água de flor de laranjeira
100 gr. de compota de alperce

Preparação:
1. Adicionar o açúcar a 900 ml. de leite num tacho e colocar em lume forte até ferver. Reduzir o lume para o mínimo e deixar ferver 2 a 3 minutos.
2. Dissolver o amido de milho em 100 ml. de leite frio. Retirar o leite do lume e incorporar este preparado, não parando de mexer.
3. Adicionar o aroma e recolocar em lume médio-baixo, mexendo sempre, durante cerca de 5 minutos.
4. Retirar do lume e distribuir por tigelas individuais, ou colocar numa única tigela.
5. Deixar no frigorífico, se possível, de um dia para o outro.
6. Antes de servir, colocar uma colher de sopa de compota em cada dose.

1 de maio de 2014

Pão de castanha e centeio


Participo pela primeira vez no desafio Dia um... na cozinha, que este mês tem como mote o pão. O pão está totalmente fora da minha área de conforto, mas então lembrei-me de algumas coisas que andei a ler sobre a história da alimentação. E optei por um pão de castanha e centeio.
As castanhas e as bolotas, apesar da escassez de fontes históricas escritas, foram uma das bases da alimentação das populações mais pobres do Sul da Europa, pelo menos, até ao século XV. A descoberta da América e a chegada de produtos como a batata e o milho alteraram radicalmente este cenário. As castanhas e as bolotas foram, progressivamente, perdendo o seu lugar à mesa dos portugueses e, actualmente, as castanhas são um "petisco" de preço elevado e as bolotas são consideradas, regra geral, alimento dos animais.
Este pão recupera o espírito de um tipo de alimentação que hoje ignoramos e devolve-nos a simplicidade, mas também o potencial nutritivo, dos alimentos de outros tempos. Este pão escuro apresenta um miolo denso e uma côdea estaladiça. É perfeito para acompanhar entradas salgadas com sabor intenso.




Ingredientes:
250 ml. de água morna
30 ml. de azeite
2 colheres de sopa de mel
25 gr. de fermento de padeiro
165 gr. de farinha de castanha
350 gr. de farinha de centeio
sal

Preparação:
1. Dissolver o fermento em água morna.
2. Adicionar o azeite e o mel.
3. Juntar as farinhas de centeio e de castanha e o sal e amassar muito bem. Se necessário, acrescentar mais um pouco de farinha de centeio, caso a massa esteja muito húmida.
4. Colocar a massa num local quente e abafado e deixar repousar por aproximadamente 2  a 3 horas.
5. Amassar novamente e colocar a levedar em local quente durante 1 hora, já com a forma que irá ao forno.
6. Levar a cozer em forno pré-aquecido a 180.º C, durante cerca de 50 a 60 minutos.



Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.