//codigo adicionado a pedido de Popcorn metrics

24 de junho de 2013

Santa Clara dos Cogumelos

...o templo dos cogumelos!

Em São Vicente de Fora há mais vida para lá do Mosteiro e da Feira da Ladra. Cogumelos, por exemplo. Frescos e desidratados. Boletos, shitakes, portobello, pleurotos, cantarelos. De escabeche, gratinados, recheados, panados ou em risotto. Cogumelos na sopa, de entrada, para picar, como prato principal ou... como sobremesa. Aqui torcemos o nariz... Boletos reduzidos a creme brulée e gelado micológico?!
A actual carta de sobremesas apresenta três deliciosas (podemos comprovar!!) sugestões:
- Paixão de Santa Clara: gelado de boletus com brownie de chocolate e folhas de poejo
- Mistério de Santa Clara: mousse de limão com gelado e cogumelos e crocante de boletus edulis sobre baba de poejos (foto abaixo)
- Tentação de Santa Clara: creme brulée com boletus edulis (fot abaixo)

Subir as escadas do n.º 7 do Mercado de Santa Clara é, de certeza, uma experiência-limite para quem não suporta o reino dos fungos. Apocalíptica, mesmo. Para quem é curioso e gosta de ser (agradavelmente) surpreendido é experiência a repetir.




Santa Clara dos Cogumelos
Mercado de Santa Clara​
Campo de Santa Clara, 7 - 1º
1100-472 LISBOA
Tel: 218870661
TM: 913043302

http://www.santaclaradoscogumelos.com/

23 de junho de 2013

Bolachas de aveia com chocolate (Whoopie pie)

Esta manhã cheguei à cozinha sem muito tempo, mas com vontade de experimentar algo novo. As whoopie pies são algo tipicamente americano, e caracterizam-se por serem duas bolachas macias, a meio caminho entre o bolo e o biscoito, recheadas de forma abusiva com um recheio saboroso. O resultado... bolachas de aveia macias e que se desfazem a cada dentada e um recheio de chocolate que apetece comer à colherada.



Ingredientes:
55 gr. de manteiga amolecida
1/2 chávena de açúcar amarelo
1/4 chávena de açúcar branco
2 ovos inteiros
1 colher de chá de extracto de baunilha
1 1/2 chávena de flocos de aveia finos
3/4 chávena de farinha
1/2 colher de chá de fermento
1/2 colher de chá de canela
1 colher de chá de sal

1 lata de leite condensado cozido
1 barra de chocolate (200 gr.)

Preparação:
1. Aquecer o forno a 180 ºC.
2. Numa tigela colocar a manteiga e os dois açúcares e bater até obter uma mistura cremosa e homogénea.
3. Juntar os ovos, um a um, batendo entre cada adição e adicionar o extracto de baunilha.
4. Numa tigela misturar bem a aveia, a farinha, o fermento, a canela e o sal.
5. Adicionar a mistura dos secos à massa e envolver.
6. Sobre um tabuleiro forrado com papel vegetal colocar colheradas de massa afastadas.
7. Levar ao forno cerca de 10 minutos, apenas até as bolachas se apresentarem cozidas, mas ainda sem cor.  Retirar do forno e deixar arrefecer sobre uma rede.

1. Colocar o conteúdo da lata de leite condensado cozido num tacho e levar ao lume até quase ferver.
2. Retirar do lume e juntar o chocolate partido em pedaços, mexendo até a mistura se apresentar homogénea.
3. Colocar de parte e deixar arrefecer completamente.

16 de junho de 2013

Clafoutis de cereja

Embora ao longo da semana pense naquilo que vou cozinhar ao fim-de-semana, raras vezes mantenho o planeado. Um produto que me inspira, uma situação imprevista ou simplesmente uma conversa são o suficiente para eu alterar tudo. Ontem não foi excepção. Um resto de cerejas vermelhas colhidas há uma semana em Alfândega da Fé foram a inspiração e, mais uma vez, alterei tudo em cima da hora.
Chega a ser surpreendente que uma receita tão simples e rápida funcione tão bem. Os "clafoutis" são recheios de tarte (doces ou salgadas) preparados sem recurso a uma casca exterior. E com poucos ingredientes conseguimos uma sobremesa cheia de sabor, excelente para aproveitar fruta madura. Agora que se aproxima o Verão, já estou a pensar em todas as frutas que posso utilizar para preparar outros clafoutis.




Ingredientes:
500 gr. de cerejas
2 ovos grandes
120 gr. de açúcar
100 gr. de farinha
330 ml. de leite gordo

Preparação:
1. Pré-aquecer o forno a 200 ºC. Untar uma forma de tarte de 24 cm e reservar.
2. Descaroçar as cerejas e reservar.
3. Numa tigela, juntar os ovos, o açúcar e a farinha e bater até ficar homogéneo.
4. Juntar o leite devagar, mexendo sempre com uma vara de arames.
5. Espalhar as cerejas na tarteira e despejar por cima o preparado anterior.
6. Levar ao forno cerca de 35 minutos, ou até que se apresente dourado e ligeiramente firme.

9 de junho de 2013

Bolo de amêndoa e licor Beirão

Apesar de estarmos às portas do Verão, o tempo convida a sabores outonais de frutos secos e licores. A receita do bolo de hoje surgiu da fusão de várias outras. O bolo é fofo e ligeiramente húmido e combina na perfeição com este creme subtil, onde se sente o aroma da poção secreta de ervas que dá origem ao Licor Beirão. E já que amanhã é dia de Portugal, porque não um produto e sabor tipicamente portugueses?!



Ingredientes:

125 gr. de açúcar
115 gr. de manteiga
4 ovos
1 laranja (raspa)
125 gr. de queijo fresco
125 gr. de amêndoa triturada
30 gr. de farinha

2 colheres de sopa de licor Beirão
2 colheres de sopa de açúcar em pó
100 gr. de queijo mascarpone
1 dl. de natas

Preparação:

1. Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte uma forma de 26 cm de diâmetro, forre a base com papel vegetal e reserve.
2. Separe os ovos. Bata as claras com uma pitada de sal em castelo.
3. Bata o açúcar com a manteiga até obter um creme, e adicione as gemas, batendo bem.
4. Adicione a raspa de laranja e o queijo fresco bem esmagado e bata até obter uma mistura homogénea.
5. Junte a amêndoa triturada fina e a farinha e envolva.
6. Envolva as claras na massa e leve a cozer durante cerca de 30 minutos.
7. Deixe o bolo arrefecer completamente e prepare o creme de licor.
8. Coloque numa tigela o queijo mascarpone, as natas, o açúcar em pó e o licor e bata até obter uma mistura cremosa e aveludada.
9. Coloque o creme sobre o bolo e decore a gosto.

1 de junho de 2013

Tarte de pinhão

Todas as semanas passo várias horas a pesquisar receitas na internet. Visito blogs e sites, aprendo novas receitas, invejo capacidades técnicas, observo fotografias de foodstyling e penso sobre qual será o meu próximo desafio. Gosto de me desafiar e tentar novas ideias, sejam novas combinações de sabores ou formas de preparação.
Esta semana fiquei indeciso entre duas receitas, uma tipicamente mediterrânica, outra de inspiração anglófona. Pedi opinião e a resposta foi imediata... "pinhão".


Ingredientes:

Massa
200 gr. de farinha
100 gr. de manteiga
100 gr. de açúcar
1 ovo
7,5 ml. de vinho generoso
1 gema

Recheio
100 gr. de sêmola de trigo
65 gr. de açúcar
5 dl. de leite gordo
100 gr. de pinhões
10 gr. de manteiga
2 ovos
2 colheres de sopa de mel

Preparação:

Massa
1. Colocar a farinha e a manteiga (cortada em pedaços pequenos) no copo do processador de alimentos e pulsar até que a mistura se assemelhe a migalhas.
2. Juntar o açúcar e pulsar brevemente, só até incorporar.
3. Juntar o ovo batido e pulsar novamente.
4. Juntar o vinho lentamente, com a máquina em funcionamento, até que a massa forme uma bola. É importante não trabalhar demasiado a massa.
5. Embrulhar a massa em papel vegetal ou de alumínio e refrigerar.

Recheio
1. Cortar os pinhões grosseiramente com uma faca (não usar a picadora).
2. Colocar o leite num tacho e levar ao lume até ferver e juntar a sêmola, lentamente, mexendo sempre para evitar que crie grumos.
3. Cozinhar a sêmola em lume brando durante 5 a 6 minutos, até a mistura ficar espessa e aveludada.
4. Retirar do lume e adicionar o açúcar, a manteiga, o mel e os pinhões.
5. Quando a mistura se apresentar morna, adicionar os ovos batidos mexendo vigorosamente, até a mistura se apresentar novamente macia e cremosa.

Montagem
1. Aquecer o forno a 180ºC.
2. Numa superfície enfarinhada, esticar 2/3 da massa até ficar com uma espessura de 3 mm. Numa forma tarte de 22 cm, com fundo removível, enfarinhada, colocar a massa, pressionando com cuidado nos cantos e laterais.
3. Esticar a restante massa num quadrado e cortar tiras de 0,5 cm.
4. Colocar o recheio na forma e alisar a superfície com uma colher. Colocar por cima as tiras de massa, criando uma treliça. Pincelar as tiras de massa com a gema de ovo e levar cerca de 45 minutos ao forno.
5. Quando o recheio se apresentar dourado e elevado, retirar do forno. Retirar da forma e deixar arrefecer sobre uma rede (o recheio irá perder volume).